Saltar para o conteúdo

Union Pacifiste sobre as acções de resistência contra a Cimeira da NATO

30/12/2010

http://unionpacifiste.org/


A Contra Cimeira da NATO em Lisboa

A cidade de Lisboa não foi sitiada como foi a de Estrasburgo, em Abril de 2009. A Cimeira da NATO teve lugar a vários quilómetros do centro, à beira do Tejo. A Contra Cimeira realizou-se a 19,20 e 21 de Novembro na Escola Secundária de Camões, em Lisboa. Foi negada a entrada em Portugal a vários activistas: o controlo aconteceu logo à chegada do avião. Um foi detido durante três horas, outro foi expulso. Na fronteira entre Espanha e Portugal, muitos camaradas da foram reprimidos, designadamente os da União dos Objectores da Finlândia e o colectivo partidário M51 de Bordéus. Mais tarde houve protestos em frente à embaixada portuguesa em Madrid.

 

O Bloqueio: setenta manifestantes não-violentos exercendo acções de desobediência civil, incluindo os companheiros do WRI, conseguiram a proeza espectacular de bloquear uma estrada de acesso à Cimeira da NATO. A sua faixa “Nato Game Over”, foi fotografada pelos media. Alguns activistas despejaram tinta vermelha sobre si e deitaram-se na via. Quarenta e cinco deles foram presos e retidos pela polícia.

A manifestação clássica partiu da Praça Marquês de Pombal e desceu a Avenida da Liberdade. Éramos uns quantos activistas internacionais, com a nossa grande faixa “NÃO À GUERRA, NÃO À NATO” em quatro línguas, por detrás do cordão de segurança do Partido Comunista Português. A seguir um cordão policial e depois os nossos camaradas da PAGAN, o colectivo português contra a NATO, as outras organizações independentes do PC e os grupos anarquistas.

 

Contra Cimeira da NATO


As conferências da Contra Cimeira foram muito produtivas. Foi organizada pela nossa anfitriã PAGAN – Plataforma Anti-Guerra, Anti-NATO, e pelo ICC, o Comité de Coordenação Internacional contra a NATO. O ICC reúne cento e cinquenta organizações representando trinta países. Muitos oradores delinearam as razões da nossa oposição à NATO, especialmente Reiner Braun, de Berlim, Arielle Denis, co-presidente do Movimento da Paz, Joseph Gerson, americano, Andreas Speck do WRI de Londres, Sandra Monteiro, de Portugal, Tobias Pflüger, ex-deputado europeu, Jeremy Corbin, parlamentar inglês, Ben Cramer do Secretariado Internacional da Paz, e até mesmo um coronel da Revolução dos Cravos [Mário Tomé].

A NATO é uma organização anti-democrática não é opção dos cidadãos. Esta organização ignora a sociedade civil e procura conferir à ONU o estatuto de uma ONG. A sua finalidade é fazer a guerra e proteger os interesses económicos. Nada define esquematicamente melhor o inimigo do que ser uma aliança de países ricos contra países pobres. O FMI é cúmplice desta política.

O novo conceito estratégico da NATO confirma a liderança dos EUA em parceria com outras nações, e clarifica a possível utilização de armas nucleares mantida como factor dissuasivo. O mito de dissuasão ainda está vivo. Para a NATO, os problemas do mundo devem ser resolvidos de forma militarizada, e fornece uma base ideológica para uma situação económica. A NATO quer reforçar as capacidades militares da Europa, e considera a UE como uma entidade militar, o que se afasta dos projectos dos seus fundadores. Um representante afegão referiu à situação dos civis no Afeganistão depois de 30 anos em guerra, especialmente a situação das mulheres, e lembrou que a presença das tropas impede a democracia, a qual só pode estabelecer-se com a sociedade civil.

Vários grupos de trabalho foram formados, incluindo o da resistência não-violenta, o das bases dos EUA, o do feminismo e militarização, o das armas nucleares, o do complexo militar-industrial.

Um comunicado final do ICC foi distribuído à imprensa. Reiner propôs uma campanha para uma Europa sem exércitos. A próxima cimeira deverá ocorrer em Nova Iorque.

Maurice Montet

in Union Pacifiste, jornal de Dezembro/2010»

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: