Skip to content

Notícias difamatórias sobre a acção não-violenta da PAGAN

04/11/2010

Instruções estão a ser dadas pela Internet

Manifestantes preparam-se para confrontos

03.11.2010 – 08:29 Por José Bento Amaro

A contestação à cimeira da NATO, que vai decorrer em Lisboa, nos dias 19 e 20 deste mês, deverá começar a fazer-se sentir quatro dias antes, altura em que grupos contestatários têm previsto o início da afixação de cartazes contra o evento. Dois dias mais tarde, ainda sem datas exactas anunciadas, começam a desenvolver-se os quatro eixos do protesto programado pela Plataforma Anti-Guerra Anti-Nato (PAGAN) que, entretanto, já está a difundir conselhos pela Internet a todos os que queiram participar.

O site da PAGAN diz que os quatro eixos fundamentais da contestação são a organização de uma contra-cimeira, a participação dos aderentes numa “Praça da Paz” (em local a anunciar), a realização de uma manifestação no Marquês de Pombal e, por fim, a participação em acções de desobediência, mas sem qualquer carácter violento.

Este último ponto parece, no entanto, não convencer os próprios organizadores, os quais preparam os manifestantes para eventuais conflitos, informando-os antecipadamente que a PAGAN terá uma equipa de advogados dos quais se poderão socorrer, sendo que os contactos só mais tarde (próximo do início da cimeira) serão fornecidos.

Quem participar nas acções de rua promovidas pela organização fica ainda a saber, consultando o site, que deverá levar calçado confortável para “andar e correr”, roupa que cubra o corpo por causa do eventual lançamento de gases, protecção para os olhos (são aconselhados óculos de mergulho) e, num “saco bem fechado, um pano embebido em vinagre de cidra ou limão” para passar em torno do rosto e evitar os eventuais transtornos provocados pelo lançamento de gases. Aconselha-se ainda a quem quiser levar, em mochilas fechadas, mudas de roupa, uma vez que as que vestem podem, em alguma ocasião, ficar contaminadas com químicos. Entretanto, a PAGAN anunciou ontem algumas das personalidades que irão discursar na cimeira alternativa. Entre eles contam-se Mário Tomé, do BE, Jeremy Corbyn, do Partido Trabalhista Britânico e a directora da edição portuguesa do Le Monde Diplomatique, Sandra Monteiro.

in Público

Encontro

NATO: Activistas promovem contra-cimeira em Lisboa

Económico
03/11/10 10:30

As instruções estão a ser dadas pela Internet a todos os que queiram participar.

A Plataforma Anti-Guerra Anti-NATO (PAGAN) está a organizar uma cimeira alternativa à reunião de chefes de Estado e de Governo da Aliança Atlântica, em Lisboa, que deverá contar com a presença de diversos dirigentes e organizações da esquerda europeia.

Segundo a PAGAN, a contra-cimeira, que tem lugar entre 19 e 21 de Novembro, será “de cariz internacional, onde serão discutidas alternativas e estabelecidos acordos de continuidade da acção com activistas de outras organizações desfavoráveis à participação dos seus países nas guerras da NATO”.

Do painel desta cimeira alternativa, ainda por fechar, fazem parte nomes como o do coronel Mário Tomé, do BE, Jeremy Corbyn, do Partido Trabalhista Britânico ou da directora da edição portuguesa do “Le Monde Diplomatique”, Sandra Monteiro.

Para além desta contra-cimeira, a PAGAN tem previstas diversas “acções locais e regionais” de protesto contra a cimeira da NATO, que se estenderão entre 15 e 21 de Novembro.

Manifestantes preparam acções de luta

Para dia 20 de Novembro, sábado, está já marcada uma manifestação contra a NATO, na rotunda do Marquês de Pombal, sendo que todas as iniciativas organizadas serão “não-violentas”, escreve a PAGAN no seu site.

Este último ponto parece, no entanto, não convencer os próprios organizadores, os quais preparam os manifestantes para eventuais conflitos, informando-os antecipadamente que a PAGAN terá uma equipa de advogados dos quais se poderão socorrer.

Aqueles que participarem nas acções de rua promovidas pela organização, escreve a PAGAN, deverão levar calçado confortável para “andar e correr”, roupa que cubra o corpo por causa do eventual lançamento de gases, protecção para os olhos (são aconselhados óculos de mergulho) e, num “saco bem fechado, um pano embebido em vinagre de cidra ou limão” para passar em torno do rosto e evitar os eventuais transtornos provocados pelo lançamento de gases. Aconselha-se ainda a quem quiser levar, em mochilas fechadas, mudas de roupa, uma vez que as que vestem podem, em alguma ocasião, ficar contaminadas com químicos.

 

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 04/11/2010 19:54

    Faça-se uso do direito à resposta!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: