Skip to content

Milhão de euros que também havemos de ser nós a pagar…

28/10/2010

Novos veículos representam um milhão de euros num conjunto de equipamentos novos que obrigaram ao desbloqueio de cinco milhões de euros

Blindados atrasados para Cimeira da NATO

Seis novas viaturas sem data definida para chegar a Lisboa. Mudança estratégica pode passar pela utilização das viaturas usadas pela GNR no Iraque.

As seis viaturas blindadas no valor de um milhão de euros que foram adquiridas para a manutenção da ordem pública durante a Cimeira da NATO, nos dias 19 e 20 de Novembro, ainda não têm data para chegar a Lisboa. E nem o Ministério da Administração Interna (MAI) nem a Direcção Nacional da PSP têm garantias de que os blindados cheguem a tempo para o encontro com os principais líderes mundiais.

“Tenho esperança que as viaturas cheguem a tempo, mas em caso contrário, não há problema, porque, naturalmente, há outras soluções”, salientou o Director Nacional da PSP, superintendente-chefe Oliveira Pereira. Ao que o CM apurou, estão já a ser ponderadas mudanças nas estratégias de segurança, ou mesmo utilizar as viaturas da GNR, que tem vinte blindados semelhantes, mas estão preparados para cenários de guerra. Seis estão empenhados em Timor e na Bósnia, mas os restantes treze permanecem parados nas garagens.

As viaturas antiminas e antifogo para a PSP serão dotadas de um canhão de água, têm capacidade para transportar dez polícias e fazem parte de um conjunto de novos equipamentos adquiridos para a Cimeira.

O evento, para o qual foi autorizado um reforço no orçamento da PSP – de cinco milhões de euros –, está a ser preparado minuciosamente e atendendo a todos os cenários. Oliveira Pereira garante que estão já definidos os perímetros de segurança e criadas as directivas operacionais. Ontem realizou-se uma reunião de preparação da Cimeira, em que estiveram presentes todos os representantes das forças de segurança e serviços de informações, bem como o secretário–geral do Sistema de Segurança Interna, Mário Mendes.

SIS DÁ AULAS SOBRE RADICAIS

Operacionais da Unidade Especial de Polícia (UEP) estão a ter cursos teóricos ministrados pelos Serviços de Informações e Segurança (SIS) sobre os grupos radicais já instalados em Portugal ou que poderão marcar presença no nosso país durante a cimeira da NATO em Lisboa, de 19 a 20 de Novembro. Além da UEP, também agentes de investigação criminal estão a receber indicações que lhes permitam identificar potenciais desordeiros em cenários urbanos.

Ver Também:

http://www.ionline.pt/conteudo/80844-cimeira-da-nato-gnr-tem-blindados-parados-mas-governo-quer-novos

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1693231

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: