Skip to content

NATO admite que pode ter matado refém britânica

12/10/2010

NATO admite que pode ter matado refém britânica

09h48m

As forças norte-americanas no Afeganistão admitiram hoje, quinta-feira, poderem ter morto uma trabalhadora britânica de uma organização de ajuda humanitária que se encontrava refém dos talibã.

A primeira versão dada pela NATO no fim de semana indicava que Linda Norgrove, de 36 anos, havia morrido vítima de uma bomba dos talibã.

Na segunda feira, porém, a coligação admitiu que a britânica poderá ter sido morta por uma granada detonada pelas forças norte americanas durante uma tentativa para a resgatar.

Linda Norgrove, natural da ilha escocesa de Lewis, trabalhava para a organização norte americana “Development Alternatives” e foi raptada pelos talibã a 26 de Setembro quando seguia de automóvel para Asadabad, capital da província de Kunar.

Norgrove morreu na sexta-feira à noite quando as forças norte americanas atacaram o refúgio talibã onde a refém se encontrava.

Jornal de Notícias 12/10/2010

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: