Skip to content

Encontradas na despensa do primeiro-ministro do Iraque peças de arte desaparecidas

22/09/2010

Ao que parece a estabilização que se verifica no Iraque é a do roubo

Mais de 600 peças antigas que foram contrabandeadas para fora do Iraque, recuperadas e perdidas novamente, foram encontradas numa despensa da cozinha do gabinete do primeiro-ministro, disse o Ministro das Antiguidades. As 638 peças encontradas incluem jóias, estatuetas de bronze e selos cilíndricos das civilizações mais antigas do mundo, haviam sido saqueadas do Museu Nacional iraquiano, em Bagdad, após a invasão de 2003 liderada pelos EUA. Após a sua recuperação, foram entregues o ano passado no gabinete do primeiro-ministro Nouri al-Maliki, de onde se perderam e foram esquecidas. As peças, acondicionadas em caixas lacradas, foram perdidas em virtude de uma má coordenação entre os ministérios do governo iraquiano encarregados da recuperação e tratamento de tesouros arqueológicos, disse o ministro do Turismo e Antiguidades Qahtan al-Jabouri, que culpou “os procedimentos de entrega como sendo inapropriados”, mas não querendo entrar em detalhes. Iraquianos e gente ligada à cultura em todo o mundo, têm durante anos tentado recuperar os tesouros saqueados, mas com poucos resultados. Foram roubadas milhares de peças dos museus e sítios arqueológicos do Iraque na sequência da invasão de 2003. Muitas delas acabaram no estrangeiro. Colecções do Museu Nacional que foram roubadas ou destruídas eram referentes a cerca de 7.000 anos de civilização da Mesopotâmia, incluindo os antigos babilónios, sumérios e assírios. Apenas uma parte das peças foram recuperadas. As autoridades só a 7 de Setembro deram com as peças perdidas quando estavam a montar uma exposição pública em Bagdad. Após a investigação e localização das peças no gabinete do primeiro-ministro, foram entregues ao Ministério de Antiguidades no domingo. “As caixas seladas foram localizados numa despensa de artigos de cozinha”, disse al-Jabouri numa conferência de imprensa. “Foram abertas e as peças encontradas no seu interior”. Até agora, 5.000 artigos roubados foram recuperados desde 2003. Mais de 15 mil peças do Museu Nacional continuam em falta.

Associated Press Fonte: Uruknet, citado pelo boletim do Tribunal Iraque

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: