Skip to content

EUA: James Mattis nomeado comandante norte-americano das guerras no Iraque e Afeganistão

12/08/2010

… “para promover a segurança e a estabilidade”…

por Agência Lusa, Publicado em 12 de Agosto de 2010
<!–

–>

// //

O general norte-americano James Mattis assumiu oficialmente as suas funções na quarta feira como líder do comando encarregue de supervisionar as guerras no Iraque e no Afeganistão, em substituição do general David Petraeus.

Veterano do Iraque reconhecido pela sua franqueza, o general de quatro estrelas do corpo expedicionário da Marinha assumiu o comando das operações norte-americanas no Médio Oriente e na Ásia central durante uma cerimónia na base militar de MacDill, em Tampa, Florida, na presença do secretário da Defesa, Robert Gates.

O general Mattis vai ocupar o lugar do general David Petraeus, nomeado no fim de junho para comandar a coligação internacional no Afeganistão em substituição do general Stanley McChrystal, destituído pelas suas críticas à administração num artigo da revista Rolling Stones.

A sua nomeação acontece numa altura em que os Estados Unidos se preparam para retirar no fim de agosto as suas tropas de combate do Iraque, reduzindo o seu contingente a 50.000 homens, antes de uma retirada total em 2011.

O seu comando deve igualmente supervisionar os esforços em curso na frente afegã, onde os 150.000 soldados da coligação internacional enfrentam uma revolta que ganhou intensidade após quatro anos, apesar do envio regular de reforços, nomeadamente norte-americanos.

O general, cuja zona de responsabilidade se estende do Egipto ao Paquistão, passando pelo Irão, prometeu aos aliados dos Estados Unidos nesta região que continuará a trabalhar com eles “para promover a segurança e a estabilidade”.

Gates saudou “um dos maiores combatentes e estrategas militares”, após ter prestado uma homenagem ao seu antecessor na liderança do Centcom, o general Petraeus.

O general Mattis dirigia até agora o comando encarregue de enviar as tropas necessárias para os diferentes teatros de operações (Joint Forces Command), que o Pentágono suprimiu segunda feira, por problemas económicos.

Jornal “I”  12/08/2010

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: