Skip to content

Centenas de ativistas são detidos durante protesto anti-nuclear na Bélgica

08/04/2010

Enfrentando o mau tempo, determinados a provar ao governo belga que não desistirão do seu sonho der ver uma Bélgica e um Planeta livres de armas nucleares, neste sábado, 3 de abril, cerca de mil ativistas anti-nucleares convergiram ao apelo da Vredesactie (campanha por um mundo livre do nuclear) para bloquear à base da Força Aérea belga de Kleine Brogel, no leste do país, onde os ativistas acreditam que há armas nucleares estadunidenses armazenadas.

Apesar do número impressionante de militares, de polícias, dos quilômetros de barreiras, dos helicópteros e dos cães-polícia presentes para proteger à base militar e as bombas nucleares ilegais, os protestantes não ficaram impressionados nem intimidados. Centenas deles conseguiram entrar na base militar de Kleine Brogel e, desta forma tentou-se mais uma vez denunciar o tratado internacional feito em 1970 que estipula que os estados que possuem armas nucleares não deveriam transferi-las para estados que não possuem armas deste tipo.

“O armazenamento de armas nucleares e a formação de pilotos belgas para o uso dessas armas são uma preparação para crimes de guerra”, disse um ativista da Bomspotting.

Na ação aproximadamente 300 ativistas da Bomspotting foram presos, incluindo dois jornalistas. Eles foram fichados e liberados em seguida.

A ação da Vredesactie foi amplamente apoiada por outros grupos belgas, como o Greenpeace.

Também, no mesmo dia, aproximadamente 150 pessoas participaram de uma vigília de silêncio Pax Christi, no final da pista dos jatos F-16. Leram-se poemas e guardou-se silêncio durante meia hora em respeito às vítimas do passado e futuras devido às armas nucleares.

A base de Kleine Brogel é alvo de demonstrações anti-nucleares durante muitos anos. Acredita-se que mais de 200 bombas atômicas são guardadas pelos Estados Unidos em países como a Bélgica, a Alemanha e a Itália.

Fotos: http://www.vredesactiediy.be/?p=1767&lang=fr

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=LtlNNITXWpY&feature=player_embedded

Tradução > Liberdade à Solta

agência de notícias anarquistas-ana

Na noite em silêncio
o relógio presente
marca o passado

Eugénia Tabosa

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 13/04/2010 7:23

    Aqui no Brasil temos os melhores exemplos de omissão e falta de estrutura na área nuclear. O Maior acidente radiológico urbano do mundo foi em Goiânia, e pasmas queridos irmãos, não foi devido a nenhuma usina nuclear mas sim um aparelho de radioterapia que foi ABANDONADO em um terreno baldio!!

    As formas de exposição nuclear são variadas, mas seus riscos não, até porque, segundo os estudos que temos somente o câncer pode ser diretamente vinculado, outro ponto que dificulta muito o reconhecimento das vítimas.

    Qual é o custo do “progresso”? E afinal, para onde vai “tanta” energia? Estamos mirando o elefante, mas o rato também nos atinge!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: